• Adhemar Altieri

PainelWW: o privilégio de fazer e assistir de perto

Updated: Mar 1



por Adhemar Altieri* e Ninho Moraes*


Os anos de 2018 e 2019 ofereceram uma oportunidade ímpar e marcante para a MediaLink Comunicação Corporativa. Tivemos o privilégio de participar do inovador PainelWW, concebido por um dos jornalistas mais competentes e reconhecidos do Brasil: William Waack. Projetado para as mídias digitais – e sem a estrutura das TVs convencionais para produção ou distribuição, o programa semanal bateu recordes de audiência, com milhões de visualizações e 659 mil inscritos no YouTube.


A concepção e execução do conteúdo editorial foram feitas pela MediaLink, do lançamento em abril de 2018 até a última das 55 edições, em novembro de 2019. Foram cerca de 150 convidados do mais alto nível. De A de Ana Carla Abrão e Bernard Appy a Z de Zeina Latif, B de Bolívar, D de Delfim, M de Mendonça de Barros e Murillo Aragão, L de Lourdes Sola, V de Vilhena, S de Salvador Raza e W de Walter Maierovitch, todo o alfabeto político-econômico-social e jurídico esteve presente.


Correndo o risco de imperdoáveis omissões, contamos com o apoio de importantes instituições de ensino, com destaque para Fundação Getúlio Vargas (SP e RJ), INSPER, USP, ESPM, PUC, Unicamp, ENAP, Universidade de Itajubá (MG) e UnB. E também de associações como ABAG, Abrinq, ABIT, ALGAR, Secovi, CIEE, fundações e os institutos FHC, Liberal, Centro de Liderança Pública e Centro Fiscal.



Outro desafio do PainelWW foi promover edições especiais, caso dos movimentos alternativos na política, com a participação do Raps, Acredito e RenovaBR. O tema violência e segurança recebeu tratamento tanto em questões internas, brasileiras, como em relações internacionais e envolvendo armamentos. Já ecologia na agroindústria esclareceu o público sobre mitos e reais efeitos dos defensivos agrícolas sobre nossa saúde.


Duas edições de Lava Jato X ‘vazajato’ trouxeram o juiz Fausto De Sanctis e a procuradora Ana Lúcia Amaral, além da participação de estudiosos do direito e juristas renomados. A presença, ou falta, do Brasil na economia mundial contou com os ex-embaixadores Rubens Barbosa e Sergio Amaral e representantes de consultorias de peso global, como Chris Garman da Eurasia Group. Destaque para a presença do histórico e heroico fundador da Embraer, Osíris Silva, para debater sobre a venda de participações da empresa aeronáutica para a Boeing. E de empresários de áreas tão diferentes, como Alida Bellandi da Guarany, Pedro Luiz Passos da Natura e Besaliel Botelho da Bosch.


Intelectuais e jornalistas não poderiam faltar: Eduardo Giannetti, Eugênio Bucci, Fernando Schüler, Ibsen Costa Manso, José Fucs, José Roberto Guzzo, Luiz Felipe Pondé, Carlos Melo, Samuel Pessôa, Marcos Lisboa, José Álvaro Moisés, José Eduardo Faria, Reinaldo Azevedo, Ricardo Noblat e Roberto Godoy são apenas alguns dos nomes que discutiram temas relacionados ao poder.


Nas duas temporadas, a MediaLink responsabilizou-se pela divulgação do projeto, que incluiu comentários pontuais de William Waack, gravados ou ao vivo de sua casa ou em hotéis, sempre em cima dos últimos acontecimentos. Em 2019, a MediaLink também assumiu a captação de patrocínios e parcerias, com os importantes apoios da Gol Linhas Aéreas, Amil e uma inédita parceria com o jornal O Estado de São Paulo para a gravação do programa semanal na redação do Estadão.

"Participar do Painel WW é sempre um prazer. O programa é dinâmico, provocativo, inteligente. O debate é sempre aberto e os temas são atuais e necessários, sem filtros. Não poderia mesmo ser diferente sob a excelente condução do William Waack" ANA CARLA ABRÃO Economista, Head da Oliver Wyman Brasil

Inicialmente transmitido ao vivo pelas redes sociais – com ênfase no YouTube, o PainelWW foi um termômetro importante que virou referência para as eleições gerais de 2018, marcadas por ânimos acirrados e muita polarização. Isento, plural e apartidário, o projeto propôs reflexões com a presença de estudantes no estúdio e opiniões variadas nos chats.


O impacto dos novos tempos sobre a mídia, em que o público decide quando quer assistir, ficou claro durante a primeira temporada. Apesar da adrenalina natural da transmissão ao vivo, a participação maior do público vinha posteriormente – e permanecia com a interlocução com os internautas. Na segunda temporada passou a ser gravado e transmitido no mesmo dia – sem perder a agilidade e oportunidade.



Construir e executar um projeto em torno de um nome consolidado e admirado, com o peso e a projeção de Waack, foi, por si só, uma experiência valiosa e um grande aprendizado. Waack é do tipo que se prepara de forma meticulosa, mergulha fundo nos temas e características dos convidados de cada programa e entrega a abordagem mais ampla e detalhada possível.

“Tive o privilégio de participar do Painel/WW, talvez o projeto mais criativo do jornalismo brasileiro por via eletrônica. Concebido por William Waack, haveria de nascer bem sucedido. Ressalto a feliz ideia de integrar jovens estudantes de várias procedências ao debate. Sucesso amplamente reconhecido” BOLÍVAR LAMOUNIER Cientista Político e Consultor

O projeto como um todo, do programa semanal aos comentários, registrou números expressivos: mais de 25 milhões de visualizações só no YouTube. Dedicado exclusivamente às mídias digitais, atraía mais audiência do que o programa similar que Waack comandava na GloboNews. A soma de YouTube, Facebook, Twitter, Instagram e site oficial transformou o PainelWW em reconhecido case de sucesso.


De forma inédita, o programa semanal foi indicado entre os cinco finalistas para o Prêmio APCA de melhor programa jornalístico de 2019 – honra dividida com o MyNews, da ex-global Mara Luquet. Foi a primeira vez que a Associação Paulista de Críticos de Arte escolheu duas produções não apresentadas pela TV convencional, aberta ou por assinatura.

"As discussões de temas de interesse público, feitas com respeito à pluralidade e a troca de ideias, são fundamentais na atual conjuntura do país. A circulação de informação e o desenho de análises contribuem para a qualidade da democracia e estimulam a mobilização da sociedade. O Painel WW é um espaço privilegiado para essa troca por seu formato ágil e que usa as redes sociais para repercutir os temas abordados" RAFAEL CORTEZ Economista e Sócio Tendências Consultoria Integrada

Qualquer registro sobre o programa de William Waack retrata contribuições fundamentais para seu sucesso. Em primeiro lugar, o patrocínio da XP Investimentos, que viabilizou o projeto em seu primeiro ano. Em seguida, a produtora Infiniti, do jornalista José Emílio Ambrósio, que gravou o programa semanal durante a primeira metade da temporada 2018 e a Alltv, comandada por Alberto Luchetti, pioneira em transmissões online no Brasil e primeiro veículo a transmitir o programa. Na segunda metade de 2018, a gravação passou para a Studio S.A., produtora de Hélio Sileman. Na segunda temporada, o programa ganhou mais agilidade e estilo internet com a produção de um novo parceiro, a Propano Filmes, de Marcelo Chermont.


Um agradecimento muito especial fica para a equipe do CIEE, Centro de Integração Empresa-Escola, comandado por Humberto Casagrande, que apoiou o PainelWW nas duas temporadas e viabilizou a participação da plateia de universitários de diferentes disciplinas. A interlocução direta dos estudantes com os convidados – que gostaram da novidade e interagiram de forma efetiva, dentro e após o programa – foi uma das inovações marcantes do projeto.

“O painel WW trouxe uma oportunidade inédita para o observador, seja participante ou espectador, de refletir de forma ampla sobre as questões da conjuntura nacional e internacional. Valorizo as oportunidades de interação e debate, divulgação dos achados de pesquisas de que participo, e como espectadora aprendí muito. Sou grata pela oportunidade de descortinar novas perspectivas.” LOURDES SOLA Cientista social e pesquisadora, USP

A partir de março de 2020, William Waack passa a ancorar – de segunda a sexta, em horário nobre, o principal telejornal da estreante CNN Brasil. Trata-se de uma iniciativa totalmente independente em termos editoriais da CNN americana, maior canal mundial exclusivamente de notícias. Desde sua concepção, a versão brasileira da emissora vem se apresentando como ‘multiplataformas’. É um ambiente que o nosso WW, como é chamado carinhosamente, domina com competência, resultados altamente positivos e um público fiel que, agora, aguarda ansiosamente para voltar a interagir e alavancar a próxima etapa de uma das mais destacadas trajetórias do jornalismo brasileiro.


Canal YouTube do projeto PainelWW, de William Waack: https://www.youtube.com/painelww-williamwaack


* Adhemar Altieri, fundador e diretor executivo da MediaLink Comunicação Corporativa, tem passagens pela Rede Globo, SBT, Rádio Eldorado (Grupo Estado) e KISS-FM no Brasil, pelas redes canadenses CTV e CBC, a americana CBS News e o BBC World Service. Na comunicação corporativa, atuou pelo Instituto de Hospitalidade, Amcham Brasil, União da Indústria de Cana-de-Açúcar e Indústria Brasileira de Árvores.


* Ninho Moraes, autor, mestre em audiovisual, professor, cineasta e jornalista, é destacado roteirista e diretor de programas jornalísticos, incluindo todos os de Marília Gabriela (GNT, Band, CNT, SBT, RedeTV! e UOL). Criou e dirigiu Metrópolis e Planeta Cidade na TV Cultura, onde também comandou Provocações, com Antonio Abujamra. Foi um dos criadores e diretores do Saia Justa, no GNT, em sua primeira fase. Pela MediaLink, respondeu pela produção editorial das 55 edições do PainelWW.

110 views

© 2018 MediaLink Corporate Communications